Policial

Cigarreiro é preso após 90 quilômetros de perseguição policial

A Polícia Rodoviária Federal apreendeu na manhã de quinta-feira (4), em Altônia, cerca de 15 mil carteiras de cigarros contrabandeados do Paraguai. O cigarreiro se acidentou após perseguição de 90 quilômetros e foi preso.

A perseguição policial começou na Rodovia BR-272, em Guaíra. Após a tentativa de abordagem, o motorista de um VW Voyage de placas de São Paulo empreendeu fuga que só terminou após mais de 90 quilômetros de distância, na altura do município de Altônia, quando o contrabandista perdeu o controle do carro, que ficou imobilizado sobre a via.

O cerco ao veículo teve o apoio da Polícia Militar do Paraná e da Guarda Municipal de Altônia e durante a perseguição, o condutor efetuou diversas manobras irregulares e perigosas.

Em vistoria, os policiais encontraram no interior do carro cerca de 15 mil carteiras de cigarros contrabandeados do Paraguai. O preso informou que levaria a carga até Santo Antônio da Platina, região do Norte Pioneiro do Paraná.

O preso, o cigarro e o carro foram encaminhados à Polícia Federal de Guaíra para o registro do crime de contrabando, que tem uma pena máxima de cinco anos de prisão.

(Agência PRF)

Deixe uma Resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.