Policial

Professor é acusado de matar diretor de Universidade

A 2ª Promotoria de Justiça de Cornélio Procópio apresentou dia 28 de dezembro, denúncia contra Laurindo Panucci Flho, suspeito de ter matado o diretor do Campus da Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP), naquela cidade. A denúncia pede condenação por homicídio triplamente qualificado (uso de meio cruel, motivo fútil e meio que dificultou a defesa da vítima).

O crime aconteceu na noite de 20 de dezembro, após o autor (professor da instituição), haver combinado por telefone um encontro com o diretor Sérgio Roberto Ferreira, 60 anos. Este atendeu o professor em seu gabinete e foi atacado a golpes de machado. De acordo com a denúncia, a motivação teria sido uma advertência da direção da universidade, devido a comportamento do suposto criminoso. Panucci Filho foi preso em flagrante na cidade de Teodoro Sampaio, no interior paulista, onde continua encarcerado. Com ele foi encontrada uma machadinha nova, e teria confessado o cometimento do  crime.

O diretor foi localizado em sua sala na Universidade, todo ensanguentado e com diversas lesões ocasionadas por um objeto cortante. Conforme a Polícia Militar, no local do crime havia sinais de possível luta corporal e também um papel no qual continha uma advertência para o referido professor. A vítima chegou a ser socorrida, mas faleceu no hospital.

O acusado de autoria do crime de homicídio possui graduação de doutorado em Ciências Contábeis e Administração e lecionava na UENP. A vítima, Sérgio Roberto era docente do Curso de Administração desde 1990 e respondia pela direção da instituição de ensino superior, em segundo mandato. (Fonte: MPPR).

Foto: Campus-Sede da UENP.

 

Foto: Reprodução | O acusado, professor Laurindo Panucci Filho.

 

Foto: Divulgação | O Diretor Sérgio Roberto Ferreira (vítima).

 

Foto: Reprodução | Machadinho que teria sido usado no crime.

 

Deixe uma Resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.