Policial

Advogado foi a vítima fatal no trevo do Parque Exposições

A vítima fatal do acidente ocorrido na manhã de 24 de dezembro na Rodovia PR-323 em Umuarama foi o advogado Roque Pereira Neto, 56 anos. Ele atuava no cargo de Assessor Jurídico da Prefeitura de Santo Antônio do Leste, uma cidade de 5 mil habitantes localizada a uma distância de 140 km de Primavera do Leste (MT).

Roque Pereira, a mulher Maria Izami e o filho Murilo saíram de Rondonópolis com destino a Curitiba, onde iriam passar os festejos de Natal com familiares. A viagem era longa e a família pernoitou em Naviraí para descansar e prosseguir no dia seguinte. Roque dirigia o veículo Fiat Siena e ao chegar a Umuarama seguiu a rota pela Rodovia PR-480 (Estrada Bonfim) para acessar a PR-323. Segundo relatos de testemunhas, no trevo do Parque Exposições o carro teria avançado a via preferencial contrária, sendo colhido pelo caminhão baú que trafegava no sentido Cruzeiro do Oeste-Umuarama.

A batida foi na lateral ocupada pelo motorista. Ferido, Roque foi socorrido ao Hospital Regional, mas entrou em óbito horas depois. A mulher sofreu ferimentos médios e precisou ficar internada em Umuarama. O filho também recebeu atendimento, mas liberado.

O acidente interrompeu a viagem da família e a vida do advogado. A morte de Roque Pereira causou comoção aos amigos e moradores da cidade onde ele trabalhava há quase 20 anos. O prefeito de Santo Antônio do Leste, Miguel José Brunetta decretou luto oficial de três dias. Ele disse que é uma perca irreparável, inclusive para o município. “Um profissional competente que contagiava a todos com a sua simpatia e alegria; por muitas vezes transmitindo mensagens de fé e esperança a todos que com ele trabalhavam. Fica nossos sinceros agradecimentos a este grande profissional e amigo, pedimos que Deus que conforte a todos neste momento enlutado”.

Roque Pereira Neto ingressou na prefeitura como servidor contratado em 2002.  No ano de 2008 se efetivou como servidor concursado. Roque era casado com professora da Rede Estadual de Educação Izami Pereira Campos, e pai de Murilo.

Trevo perigoso

O trevo do entroncamento das rodovias PR-180 e 323 é um dos mais perigosos do perímetro urbano de Umuarama. É a rota preferencial para os veículos leves e pesados que vem do Mato Grosso do Sul com destino às regiões  norte e sul do Paraná.

O tráfego de veículos é intenso na PR-323, rodovia das mais movimentadas do Estado – cerca de 30 mil veículos por dia. Ao chegarem nessa via os motoristas devem parar e observar antes de adentrá-la. Um descuido pode provocar uma tragédia. Há mais de 20 anos é reivindicada a construção de um viaduto no local para melhorar a segurança, mas ao longo do tempo nenhum governante tomou essa iniciativa. Nem os apelos dos deputados ‘governistas’ surtiram efeitos positivos. Vale lembrar que no final de 2019 serão inaugurados o shopping e a Rodoviária Metropolitana, complicando ainda mais a situação na área.

Os trevos do Gauchão e de Mariluz são considerados os outros pontos críticos do trecho.

(Redação)

 

Foto: PRE | Local da colisão na PR-323.

 

Foto: Reprodução | Advogado Roque Pereira Neto.

 

 

Deixe uma Resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.