Umuarama

Missionária de Umuarama viaja para missão na África

A celebração de envio missionário da Infância e Adolescência Missionária (IAM) ocorreu no domingo (26) na Catedral do Divino Espírito Santo de Umuarama. A enviada abençoada é a professora Amanda Azevedo Doenea, de 23 anos, que cumprirá missão da Igreja Católica na África do Sul. Muito emocionada, a missionária recebeu a cruz que carregará ao pescoço, e o novo testamento da Bíblia, escrito em crioulo, idioma falado em Guiné-Bissau.

Esteve presente a missionária Mariana Baião, da cidade de Santo Antônio da Platina, Diocese de Jacarezinho, que irá a missão juntamente com Amanda. A viagem está marcada para o início de junho.

A missa foi presidida pelo bispo Dom João Mamede Filho, e também participou o Pároco Luiz Cézar Bento, Valdecir Badzinski (Secretário Executivo da CNBB Regional Sul 2) e o Diácono Gilberto Costa dos Santos. A celebração contou com a presença e participação de grande número de crianças.

Foto: Milênio | Frei Bernardo Luz e Amanda Doenea.

A missionária de Umuarama viaja para Guiné-Bissau pela Missão São Paulo VI sem data prevista para retorno. Professora de Língua Portuguesa na Diocese de Umuarama, trabalha como revisora textual e sua maior ação é a Revista Informativo Diocesano, que alcança todas as cidades que compõem a Diocese, levando informação e conhecimento para toda a comunidade.

Amanda conta que disse sim quando foi convocada para a missão. No início pensou que não fosse para ela, mas que foi motivada pelo amigo Frei Bernardo Luz, que saiu em missão em 2018. “Ele foi um dos meus apoiadores, quando partilhei com ele essa minha vontade de ir, me incentivou a fazer a inscrição”.

Bernardo Luz, Consagrado da Fraternidade Coração Chagado de Jesus, retornou no final de fevereiro da sua missão, a mesma que Amanda irá e relatou a alegria que ficou ao saber da amiga. “Eu fiquei muito feliz, na época quando conversávamos éramos apenas amigos de sala de trabalho, hoje em dia ela está fazendo o caminho para minha comunidade de vida consagrada.
Partilhamos de muita coisa, do ânimo, da alegria, do vislumbrar um mundo novo. No início Amanda teve algumas inseguranças e eu disse para deixar nas mãos de Deus, se for pra ser, você será chamada e tudo vai acontecer”.

A professora conclui dizendo que é impressionante quando Deus chama: “O sim já está completamente formado dentro do coração, ele age, as coisas tomam forma e tudo vai sendo movido por essa misericórdia infinita de Deus”, relata.

Ela explica que em Guiné-Bissau a missão atua em três eixos: a evangelização, a saúde e agora a educação. Essa última começou a tomar forma agora. “Estou indo para contribuir no que for preciso e necessário, voltado para a educação e, também, evangelização. O intuito é aliar o que tem de bom aqui no Brasil com o que tem de melhor lá, para fazer um programa educacional legal, que atenda as demandas das crianças com suas culturas e com suas necessidades, que são muitos ímpares, muito próprias”.

(Redação Milênio)

Foto: Milênio |Amanda com a Bíblia com testamento escrito em Crioulo.

 

 

Foto: Milênio | A missa foi celebrada pelo Bispo Dom João Mamede.

 

 

 

 

 

Deixe uma Resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.