Policial

Carreta é roubada com carga de carne de frango

A Polícia Rodoviária Federal prendeu em flagrante no final da noite de 27 de março, um homem que, minutos antes, havia participado do roubo de um caminhão carregado com 28 toneladas de frango congelado em Curitiba. Avaliada em R$ 121 mil, a carga também foi recuperada.

Por volta de 22h50, uma equipe da PRF fazia ronda pela BR-376, em Tijucas do Sul, quando recebeu a informação, via rádio, de que um caminhão transitava pela rodovia em desacordo com a rota original, segundo uma empresa que faz o rastreamento remoto de frotas.

Os policiais rodoviários federais avistaram a carreta, na pista sentido Santa Catarina. Após receber ordem de parada, o homem que estava na direção travou a carreta sobre a faixa da esquerda. Dois homens cruzaram a pista e correram, a pé, em direção a uma área de mata fechada.

A equipe da PRF fez buscas no local e um dos envolvidos foi localizado, escondido no meio do mato. O preso, de 38 anos de idade, declarou morar em Curitiba, no bairro Xaxim, onde teria uma lanchonete.

Dentro da cabine do caminhão foram localizados dois equipamentos que bloqueiam sinais de rastreadores, um deles ligado na bateria do caminhão através de fios que saíam pela porta do motorista, além da carteira de habilitação do homem preso.

Aos agentes da PRF, o caminhoneiro vítima do roubo disse que foi rendido por três homens armados, nas imediações do Trevo do Atuba, em Curitiba, quando já estava perto de seu destino, um frigorífico localizado em Pinhais. Ele trazia a carga de frango de Rolândia, no norte do Paraná.

Os assaltantes atravessaram um automóvel Gol de cor preta para parar a carreta e abordar o motorista, que foi mantido refém e abandonado horas depois, em uma estrada de terra nas imediações da BR-116, no Contorno Leste.

A PRF encaminhou a ocorrência para a Delegacia de Furtos e Roubos de Cargas, em Curitiba.

(Agência PRF)

Foto: Divulgação | Sistema usado para bloquear rastreamento falhou.

 

Foto: Divulgação | Carreta furgão foi recuperada com a carga.

Deixe uma Resposta