Umuarama

Umuarama cadastra imóveis por georreferenciamento

Uma empresa contratada pela Prefeitura vem atualizando o cadastro imobiliário do município por meio de georreferenciamento. Uma equipe de oito cadastradores, coordenados pelo supervisor de campo Nazareno Escobar, está percorrendo bairros da cidade desde o último dia 13, entre as 7h e 13h, e visitando imóveis em que são detectadas divergências com os dados do cadastro atual.

Na vistoria, a equipe atualiza informações como ampliações e demolições realizadas nos imóveis – com base no banco de dados da prefeitura –, bem como as condições da pavimentação asfáltica, iluminação pública, padrão das construções e outras informações que podem subsidiar a administração na atualização e definição de políticas públicas nas mais diversas áreas, como saúde, mobilidade urbana, educação e segurança.

Foto: Divulgação | Agentes de coletas estão devidamente identificados.

A primeira etapa do trabalho é o recadastramento dos imóveis em todos os bairros, com o mapeamento completo do município e a criação de um sistema de informações geográficas que possibilitará leitura e planejamento de ações de forma integrada e atualizada. A equipe começou as visitas pela Zona 2 e nesta etapa também está visitando imóveis nos jardins Iguaçu, Tangará, Panorama, Carolina, Maria Lúcia, Aliança, Espanha, Jardim Social, Parque Cidade Jardim e Residencial Central Park.

A expectativa de coleta de dados e abastecimento do sistema varia de seis meses a um ano. O secretário municipal da Fazenda, Everaldo Marcos Navarro, explica que a população não precisa temer a visita dos cadastradores. “O pessoal está bem identificado, com jaleco e crachá, e não precisa adentrar as residências e comércios. Eles fazem medição de área pela parte externa mesmo e solicitam um documento de identificação ou conta de energia elétrica do proprietário ou responsável, apenas para registrar como referência”, afirmou. O documento será fotografado e arquivado na Prefeitura, junto ao cadastro do imóvel.

Com a atualização, o município poderá planejar com mais eficiência os investimentos públicos em obras de pavimentação, esgotamento sanitário, rede de galerias pluviais, transporte coletivo e ações em saúde, educação e segurança, entre outros setores. “A participação da comunidade é fundamental. Por isso, pedimos que os moradores facilitem o acesso dos cadastradores. Este é um passo importante para o desenvolvimento da nossa cidade”, solicitou a diretora de Arrecadação e Fiscalização da Prefeitura, Gislaine Alves Vieira.

“Com informações atualizadas, a administração poderá melhorar a aplicação de recursos públicos e dar mais consistência ao planejamento urbano, além de reduzir despesas e eliminar desperdício. O sistema possibilita ainda adequar a arrecadação e promover justiça fiscal no cálculo dos impostos, dando mais transparência no processo. Ao final teremos informações confiáveis para a gestão pública, atualização constante de dados e mais eficiência na administração”, finalizou Navarro.

(Assessoria)

Foto: Divulgação | Além de coletar dados, os agentes fotografam os imóveis.

 

 

Deixe uma Resposta