Região

Suspeita de poluição ambiental em rio de Xambrê

Um ato com característica poluição ambiental foi registrado em Xambrê (6 mil habitantes) neste mês de fevereiro. Pessoas ainda não identificadas descartaram irregularmente materiais considerados lixo e entulhos às margens do Córrego da Gringa, localizado próximo à cidade.

No local foram encontrados entulhos, lixo, pedaços de forro de PVC e sacos plásticos de embalagem cal. A prática é nociva ao meio ambiente e está tipificada como poluição ambiental, conforme disposto no artigo 54 da Lei nº 9.605/98 (Crimes Ambientais).

O fato causou indignação em moradores do município e agricultores que residem próximo ao córrego. A denúncia chegou até o vereador Carlos Meira, que prometeu acionar o Ministério Público para tomada de providências, com identificação e punição exemplar de responsáveis pela ação danosa ao meio ambiente.

“Já acabaram com quase todos os nossos rios, e olha o que ainda tem gente com capacidade de fazer… Estão acabando com o que resta da natureza. Respeitem o meio ambiente”, declarou Carlão Meira em rede social.

Nesta segunda-feira (18), o problema dos rios do município será apresentado pelo vereador em Sessão Ordinária da Câmara Municipal, que começa às 20h. Na mesma sessão, Carlão Meira abordará questões relacionadas à cobrança de valores que ele considera abusivos em faturas de água e energia elétrica.

(Da Redação)

 

Fotos: Reprodução | Materiais poluentes descartados às margens do Córrego da Gringa.

Foto: Reprodução | Vereador Carlos Meira.

Deixe uma Resposta