Umuarama

Moradores de rua fizeram curso de operador de trator agrícola

Um curso de operador de trator agrícola, com carga de 40 horas, atendeu pessoas em situação de rua em Umuarama. Entre os dias 15 a 19 deste mês, o grupo participou do treinamento que teve atividades teóricas e práticas e que pode resultar em boas perspectivas de contratação em usinas da região. O conteúdo foi ministrado no Centro da Juventude (Ceju) para homens que frequentam o Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua (Centro Pop).

“Os participantes foram capacitados como operadores de trator agrícola, para atuar de forma segura, e podem aprofundar os conhecimentos caso sejam contratados pelo mercado de trabalho. O resultado foi tão animador que vamos estudar cursos complementares para elevar ainda mais o nível técnico desses trabalhadores”, disse o instrutor Roger Bruno Brambila Giopatto. A psicóloga Francielle Nelli Palma deu o suporte psicológico, trabalhando práticas sobre relacionamentos interpessoais para fortalecer, efetivar e ampliar compreensões participativas na sociedade e no mundo do trabalho.

Segundo a secretária de Assistência Social de Umaurama, Izamara Amado de Moura, o curso teve total apoio do prefeito Celso Pozzobom. “Buscamos oportunidades para os moradores de rua que querem trabalhar e a iniciativa nos surpreendeu. Além da qualificação técnica, eles receberam orientações para melhorar o contato pessoal, agregando valores em busca da participação e construção de relações interpessoais. O curso envolveu os aspectos mais importantes para a reintegração social do morador de rua”, apontou.

Os participantes fizeram visitas técnicas à empresa John Deere, onde tiveram contato com tratores e implementos, e à Usina Santa Terezinha de Tapejara, para acompanharem a utilização do trator em campo, desempenhando várias funções. “Este é o primeiro curso do gênero no Paraná, destinado a moradores de rua, e nasceu dentro do Centro Pop, por iniciativa do Roger e da Francielle”, acrescentou Izamara.

Os relatos dos participantes são expressivos. “Esse curso reacendeu em mim a chama da vida”, disse Celso Antônio de Oliveira. Para Jailton Gonçalves Bueno o curso foi uma experiência única, que vai ficar para toda a vida. “Esse momento trouxe novas experiências e acredito que me trará também grandes oportunidade”, disse Paulo Messias Fernandes, e para Marcos Garcia Alves, o aprendizado melhorou inclusive a sua autoestima.

O instrutor Roger Bruno disse que a empresa de tratores aprovou o interesse dos participantes e fará um cadastro, podendo oferecer a eles, no futuro, vagas em cursos internos oferecidos a clientes – como operação de pulverizadores, plantadeiras, etc. A usina também abriu as portas ao projeto, que tem parcerias com a Cebra (consultoria que reconhece o curso e vai certificar os participantes) e o Sindicato Rural de Umuarama.

Conteúdo

A entrega dos certificados será nesta sexta-feira (26), às 15 horas, no gabinete do prefeito Celso Pozzobom. O curso apresentou questões de segurança na manutenção e operação do trator, simbologia universal, painel de instrumentos e cabine do operador, funcionamento e utilização da embreagem, procedimentos de operação, identificação de componentes do motor, entre outros conhecimentos básicos.

Além disso, os participantes foram instruídos sobre manutenção e inspeção diária (checklist), elétrica e hidráulica, conceitos sobre condução econômica, perdas e pisoteio na lavoura e treinamento prático sobre manobras. Foram utilizados materiais expositivos, visitas técnicas a empresas, prova avaliativa, técnicas de grupo, dinâmicas, verbalização, escuta e troca de experiências.

(Assessoria)

Foto: Divulgação | Aula teórica no Centro da Juventude.

Foto: Divulgação | Visita técnica à Concessionária John Deere

Fotos: Divulgação | Grupo em aula prática em área de cultivo de cana da Usina Santa Terezinha.

 

 

Deixe uma Resposta