Política

Cassado o mandato do prefeito Beto Sobrinho

O plenário da Câmara de Cruzeiro do Oeste cassou na noite de quarta-feira (12) o mandato do prefeito Hedilberto Villas Boas Sobrinho (PSC). Ele é acusado de prática de infração política administrativa. Cabe recurso.

Dos 11 vereadores da Casa de Leis, 9 votaram pela cassação do mandato de Beto Sobrinho. Os dois ausentes teriam justificado o motivo. Dezenas de pessoas acompanharam a votação e não houve registro de incidentes no local.

Na primeira denúncia apresentada pelo vereador Aparecido Delfino dos Santos, a Comissão Processante – após analisar o processo e ouvir as testemunhas – chegou à conclusão de que houve irregularidades em 3 dos 6 fatos apresentados. O relatório foi aprovado com voto de todos os edis presentes em plenário.

Durante o processo foi oportunizado ao denunciado Beto Sobrinho o direito do contraditório e da ampla defesa. Ele não compareceu à sessão de julgamento, mas enviou o advogado Ailton Soares de Oliveira, que o representou, com defesa oral no plenário da Câmara Municipal. Ao final da votação, Soares disse que irá recorrer da decisão política adotada pelo Legislativo.

A vice-prefeita Maria Helena Bertoco (PDT) que assumiu o cargo interinamente em junho deste ano permanece no comando do Executivo Municipal, agora na condição de efetiva.

(Editoria)

Foto: Divulgação | Reunião Plenária da Câmara de Cruzeiro do Oeste.

 

Foto: Divulgação | Beto Sobrinho teve o mandato cassado pelos vereadores.

 

Deixe uma Resposta