Umuarama

Aeroporto de Umuarama fechado para obras na pista

Após alguns períodos temporários de funcionamento, o Aeroporto Orlando de Carvalho de Umuarama agora está fechado para obras na pista de pouso e decolagem. A pista receberá reparos no asfalto e ajustes previstos no projeto de ampliação e readequação para receber voos comerciais.

A estimativa é que o trabalho na pista seja executado em 60 dias. Além do recapeamento, a pista receberá nova sinalização e balizamento moderno para operação noturna.

Nestes períodos de pista inoperante, aeronaves com base no aeroporto local são orientadas a operar em cidades próximas que contam com aeródromos – Cianorte, Guaíra e Goioerê. Transportes aéreos emergenciais – como pacientes em situação grave de saúde e captação de órgãos para doação – devem ser feitos por helicópteros, que não dependem do aeroporto.

Os serviços na pista já foram iniciados. A obra é parte de um projeto para assegurar as condições necessárias para voos regulares. “Começamos pela reconfiguração dos aterros, áreas laterais, ampliação da pista, da área de manobra e estacionamento das aeronaves. Serão várias etapas até a liberação definitiva para operação de linhas comerciais”, disse o secretário de Indústria, Comércio e Turismo do município, Douglas Bácaro, que diariamente tem visitado o canteiro de obras.

Após a reforma e adequação estrutural será iniciado o processo de certificação do aeroporto, que demandará uma série de planos e programas a serem certificados pela ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil). “Nossa equipe está empenhada nesse processo com todo o cuidado para a implantação da tão esperada linha aérea de Umuarama”, completou o prefeito Celso Pozzobom.

Além das adequações na pista, o terminal de passageiros está sendo ampliado e receberá esteira para movimentação de bagagens. O aeroposto (onde é armazenado o combustível para abastecimento de aeronaves) está sendo deslocado para outra área, que já recebeu a terraplenagem e a base para pavimentação asfáltica. Próximo ao terminal a Prefeitura está adequando um espaço para abrigar o caminhão de combate a incêndios e uma garagem para os implementos que serão utilizados nos serviços de manutenção e conservação da área no entorno da pista.

Como boa parte das obras envolve a pista, a coordenação do aeroporto tem mantido contato com a Agência Nacional de Aviação Civil e encaminhando pedidos de Notam (Informação ao Aeronavegante) com base no andamento das obras.

A primeira etapa inclui a reforma e ampliação da pista, faixas de pistas, construção de cerca operacional em todo o perímetro, ampliação do pátio de estacionamento de aeronaves, construção do pátio do posto de abastecimento e regularização dos aterros laterais, que compreenderam grande movimentação de terra. As etapas seguintes envolvem compra de móveis e equipamentos a serem instalados na estação e no Sescinc, aquisição e implantação da Estação Prestadora de Serviços de Telecomunicações e de Tráfego Aéreo e por fim a elaboração dos planos, programas e fator humano para operação do aeroporto.

(Assessoria)

Foto: Divulgação | Aeroporto está sendo modernizado para voos comerciais.
Foto: Divulgação | Pista de 1.400 metros de extensão será recapeada e sinalizada.

 

Deixe uma Resposta