Universitário

Aluno da Unipar é premiado em congresso de comunicação

Com o tema ‘Desigualdades, gêneros e comunicação’, aconteceu em Cascavel mais uma edição do Intercom Sul, congresso regional que reuniu acadêmicos e professores de Comunicação Social de toda a região Sul do Brasil. Neste ano, o acadêmico Marlon Felipe Belo, do 3º ano de Publicidade e Propaganda da Universidade Paranaense – Unipar, voltou para Umuarama com um prêmio.

Competindo com outros quatro finalistas na categoria Vinheta, o acadêmico apresentou sua produção ‘Vinheta com inspiração surrealista’, trabalho realizado na matéria de Linguagem de Som e Imagem, ministrada pelo professor doutor Rodrigo Oliva. “Fico muito feliz em ver um acadêmico sendo premiado, pois é um trabalho que surge de atividades elaboradas dentro da sala de aula.

A vinheta nonsense é um trabalho que apresento para estimular os alunos a criar um vídeo de 15 segundos, inspirados nas vinhetas antigas, e dou liberdade para que desenvolvam com suas próprias ideias”, conta o professor, que também é coordenador do curso. Emocionado, o acadêmico Marlon Belo afirma que a premiação foi uma surpresa: “Não fazia ideia de que seria premiado! Passei muito nervosismo na apresentação… Quando vi meu nome no telão foi um choque”. Ele conta que a produção foi inspirada na linguagem dos videoclipes de música pop, explorando fortemente o surrealismo, com um tom animado e despreocupado de padrão.

Agora Marlon se prepara para competir na fase nacional em Joinville/SC, em setembro. Tanto ele, quanto o coordenador do curso estão entusiasmados, considerando a importante experiência que irão vivenciar. “O Intercom é um grande evento da área de comunicação, por isso é muito importante que o acadêmico participe, pois acrescenta muito em conhecimento e ao currículo. Além disso, essas produções são uma forma de valorizar a Universidade e as ideias que são discutidas e trabalhadas nas Instituições”, ressalta o coordenador.

Além da vinheta, outros acadêmicos da Unipar também apresentaram trabalhos no evento. Foram seis. Na categoria ‘Videoclipe’, a acadêmica Franciele Carolina Vaz apresentou ‘Inverso: videoclipe da banda Mutuamente’; e na categoria ‘Produção audiovisual para mídias digitais’, o acadêmico Elnatan Dolce Silva Marchetto apresentou ‘Produção audiovisual da videopoesia: De Volta Para o Futuro’. Já na categoria ‘Pesquisa mercadológica’, a acadêmica Thais Cristine de Oliveira apresentou ‘Pesquisa para a construção de uma nova marca: o estudo de caso do Atelier Danielle Sauim’; e o acadêmico Bruno Ricardo Puska Ribeiro, na categoria Anúncio Impresso, apresentou ‘Anúncio Impresso: campanha colecionando momentos’.

Na categoria ‘Publicidade em mídia digital’, a Unipar foi representada pela acadêmica Juliana dos Santos Girotto, que apresentou ‘Encontre a sua sintonia: planejamento de comunicação online para a empresa Prana Loft Restaurativo’; e na modalidade Intercom Junior, a acadêmica Silvia França defendeu seu artigo ‘A estética da hiperestilização em videoclipes narrativos: um estudo sobre a videografia da artista Melanie Martinez’.

Professores da Unipar também apresentaram trabalhos. Rodrigo Oliva participou da modalidade ‘Divisões temáticas’ de comunicação audiovisual com seu artigo ‘Convergências e diálogos entre a linguagem cinematográfica e o videoclipe Cold de Rich Lee’ e Thiago Martins, na mesma modalidade, em publicidade e propaganda, apresentou seu artigo ‘Tatuagens, Animais e Transmídia: a construção de narrativas como estratégia publicitária’.  

Foto: Divulgação | Acadêmico Marlon Belo, premiado no Intercom Sul na categoria Vinheta.

 

Foto: Divulgação | Acadêmicos do curso de Publicidade e Propaganda no Intercom Sul, em Cascavel.

Deixe uma Resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.