Policial

Pacientes vítimas do ônibus acidentado já estão em casa

(Assessoria)

Os 10 pacientes e um acompanhante de Umuarama que viajavam no ônibus da ‘Linha da Saúde’ que acidentou na Rodovia PR-376 na madrugada de quinta-feira (5) já estão em suas casas. A informação é da Secretaria de Saúde, que desde o momento da ocorrência esteve acompanhando o caso. Nenhuma das vítimas sofreu complicações graves, somente pequenas escoriações.

De acordo com o Corpo de Bombeiros de Sarandi, o acidente aconteceu às 3h08 de quinta-feira na Rodovia PR-376, entre os municípios de Sarandi e Marialva – próximo ao antigo Posto da Polícia Rodoviária. O ônibus 5812 da empresa Belidom que retornava de Curitiba bateu violentamente na lateral de uma carreta Volvo modelo FH 400, que atravessou a pista em uma manobra irregular. O motorista do ônibus, Rogério de Carvalho Morais, 42 anos, conhecido como ‘Gelo’, morador de Pérola, morreu no local. Seu corpo foi levado para o Instituto Médico legal (IML) de Maringá e no final da tarde, liberado aos familiares para os atos fúnebres.

Um policial rodoviário que esteve no local disse que o motorista da carreta teria provocado o acidente. “Ele fez uma conversão proibida, criminosa”, relatou. Ele foi detido e deverá responder por homicídio culposo. O teste de bafômetro deu resultado negativo para consumo de álcool.

Dos 25 passageiros (entre eles duas crianças), 13 tiveram ferimentos leves e as demais nada sofreram. A ocorrência mobilizou na madrugada socorristas da Viapar, Siate Bombeiros e Samu. Como o ônibus transportava pacientes de várias cidades da região, os feridos foram atendidos em locais diversos. Além de Umuarama, o coletivo transportava pessoas das cidades de Altônia, Pérola e Paiçandu.

Acidentes com veículos de transporte de pacientes são comuns no Paraná. O mais violento deles ocorreu em 31de outubro de 2016, quando um choque entre um ônibus de da Prefeitura de Pérola e um caminhão tanque de Cruzeiro do Oeste provocou a morte de 21 pessoas na PR-323 (Cafezal do Sul). Parte delas morreu carbonizada.

Foto: Reprodução | A frente do ônibus ficou destruída e provocou a morte do motorista.
Foto: Reprodução | Com o impacto da colisão, o ônibus tombou na pista.

 

Deixe uma Resposta