Umuarama

Fechado o andar superior da Rodoviária de Umuarama

(Assessoria)

Por questão de segurança, a fim de evitar a utilização para a prática de atos ilícitos, a Prefeitura de Umuarama instalou grades nas duas escadas de acesso ao piso superior da Estação Rodoviária. Um dos bloqueios tem portão, que permanecerá fechado com cadeado e acesso controlado. A medida foi tomada após denúncias de que nas salas do piso superior haveria pessoas abrigadas em condições precárias, de forma clandestina, além da prática de contravenções e até crimes.

No início deste ano, uma força tarefa foi montada pelo município em parceria com forças de segurança (Guarda Municipal e departamentos de fiscalização do município), para devolver a segurança à Estação Rodoviária. O local tem sido alvo constante do tráfico de drogas – com diversas apreensões de entorpecentes e prisão de acusados – e também tem gerado denúncias de prostituição.

Outro problema é o vandalismo constante, principalmente nos banheiros, que causa prejuízo ao erário municipal, e ainda a ocupação dos corredores para armazenar grande volume de bagagem de grupos indígenas – o que prejudica o trânsito e a permanência de usuários, que utilizam o terminal para embarque e desembarque.

A Secretaria de Assistência Social tem feito abordagens frequentes a moradores de rua, andarilhos e dependentes químicos que frequentam aquele espaço. Eles são orientados sobre tratamentos disponíveis e recebem auxílio, ao mesmo tempo em que são instruídos a não permanecer no local.

Nas últimas semanas foram realizadas operações integradas de fiscalização envolvendo as polícias Militar e Civil, Guarda Municipal, Coordenadoria de Vigilância em Saúde (Covisa), Código de Posturas e fiscais de tributos e alvará. Bares foram fechados por falta de documentos obrigatórios ou por venda de bebidas alcoólicas em garrafa – prática proibida no local –, além de alimentos em condições precárias de armazenamento.

Este trabalho tem se estendido ao entorno da rodoviária, em hotéis, estabelecimentos que manipulam alimentos e também na Praça da Bíblia. “Essas ações terão continuidade. Temos que garantir segurança para os usuários e a população em geral. Aquele é um local público, para uso de toda a comunidade”, encerrou Pozzobom.

Foto: Divulgação | O acesso ao piso superior foi bloqueado com grade.

Deixe uma Resposta