Região

Justiça manda Copel manter energia em vila de trabalhadores

(Assessoria)

A Copel terá que reestabelecer o abastecimento de energia elétrica em uma comunidade rural com 19 famílias, localizada em São Manoel do Paraná. A normalização dos serviços foi requerida pelo Ministério Público do Paraná, por meio da 1ª Promotoria de Justiça de Cianorte (comarca da qual o município faz parte), e acatada pelo Plantão Judiciário.

Todas as residências beneficiadas pela decisão judicial estão ocupadas por famílias de trabalhadores de uma cerâmica de São Manoel do Paraná, que, segundo apurou o MPPR, encerrou suas atividades neste mês, sem qualquer aviso prévio aos funcionários, deixando de pagar o salário de dezembro e a gratificação natalina (além das verbas rescisórias). A empresa, também de acordo com o que averiguou a Promotoria de Justiça, é responsável pelos imóveis ocupados pelos trabalhadores e pela manutenção da referida vila rural, o que inclui o pagamento de custos com energia elétrica.

A decisão judicial estabelece que o fornecimento de energia elétrica seja restabelecido e mantido na comunidade pelos próximos 60 dias, prazo em que os trabalhadores terão de deixar o local. As despesas com o serviço, como vinha acontecendo anteriormente, devem ser custeadas pela indústria.

Foto: Ilustrativa | A Copel deverá restablecer energia elétrica na vila durante 60 dias.

 

Deixe uma Resposta