Paraná

Castro é oficialmente a Capital Nacional do Leite

(Editoria)

Castro (67 mil habitantes) agora é oficialmente a Capital Nacional do Leite. No dia 26 de dezembro foi sancionada pela Presidência da República a Lei 13.584, que confere esse título ao município paranaense  localizado nos Campos Gerais.

A lei teve origem no Projeto de Lei 3.931/2012, de autoria do deputado federal Osmar Serraglio. O parlamentar justifica que o município é conhecido, há muito tempo, pelo destaque na produção de leite e isso vem aumentando ano a ano, chegando a ser o maior produtor do País.

De acordo com os dados, o município vem produzindo em torno de 240 milhões de litros, o que é decisivo para manutenção do título de maior produtor de leite do Brasil. A região de Castro concentra as três principais cooperativas produtoras de leite do Paraná (Castrolanda, em Castro), a Batavo-Frísia (em Carambeí) e a Capal, de Arapoti.

Os produtores de Castro e da região são precursores em tecnologia, e a qualidade do produto está acima da média nacional. Além disso, a maneira como o leite é captado, a forma como é realizado o transporte e o armazenamento são detalhes de operacionalização que fazem a diferença. A Castrolanda também promove todos os anos o Agroleite, evento técnico voltado a todas as fases da cadeia do produto, que reúne especialistas brasileiros e de outros países para discutir tecnologias e inovações relacionadas ao tema.

A iniciativa contou com o apoio do então e atual prefeito Moacyr Fadel e do presidente da Cooperativa Castrolanda, Frans Borg. “Parabenizo, através do amigo prefeito Moacyr Fadel, o fato de Castro ser objeto de uma lei federal, como presente de Natal, foi porque publicada no primeiro dia depois do Natal”, disse Serraglio.

Foto: Divulgação | Agroleite, em Castro, o maior produtor do Brasil.

 

Foto: Divulgação | A bacia leiteira destaca o município de Castro no Brasil.
Foto: Algomix | Exposição de gado leiteiro na Agroleite.

Deixe uma Resposta