Policial

Crianças homenagearam Tábata na escola

O retorno das aulas na Escola Rui Barbosa (Parque Danielle) em Umuarama, nesta segunda-feira (2), foi de mais comoção pela morte da menina Tábata Fabiana Crespilho da Rosa, assassinada no dia 27 de setembro por um maníaco. Os alunos prestaram uma homenagem póstuma à coleguinha. Eles escreveram e desenharam mensagens para Tábata e as lançaram às nuvens, puxadas por balões cheios de gás hélio. Fitas brancas foram colocadas na grade do portão.

Após esse ato, alunos, professores e demais servidores pretendem retomar à rotina normal no estabelecimento de ensino. Do lado dos familiares, despertou-se a necessidade de dispensar melhor atenção aos filhos menores quando estes se deslocam a caminho da escola.

No mesmo dia, os colegas de turma da menina receberam a visita da psicóloga Débora Mendes Baggio, da Secretaria de Educação do município para falar sobre sentimentos, a perda e também as lembranças da coleguinha que morreu aos 6 aos anos de idade.

“Eles precisam falar o que estão sentindo, para que possamos compreendê-los e ajudar na superação deste momento difícil”, disse a psicóloga. O acompanhamento psicológico será prestado continuamente, bem como a assistência em saúde que a Prefeitura está prestando à família da menina, informou a secretária municipal de Educação, Maria Clory Zanferrari,

O acusado do homicídio, Eduardo Leonildo da Silva, 30 anos, confessou o crime e está preso em uma unidade penal em Curitiba.

Deixe uma Resposta